Menu

Curta nossa programação...

Brasil perde para a Bélgica e está fora da Copa

07 JUL 2018
07 de Julho de 2018

Seleção brasileira tem pior atuação coletiva do torneio e dá adeus ao sonho do hexa

Gosto amargo, tristeza e lamentação. Esses, sem dúvida, foram alguns dos sentimentos de milhões de brasileiros na tarde desta sexta-feira (6). No pior jogo coletivo da seleção na Copa, a Bélgica aproveitou os espaços e venceu nos contra-ataques, gols de Fernandinho, contra, e de De Bruyne. Renato Augusto ainda descontou, mas não foi suficiente. O placar de 2 a 1 diante dos belgas interrompeu o sonho do hexa.

A partida marcou o encontro do melhor ataque e da melhor defesa, mas foi no meio-campo que o resultado se desenhou. Com a ausência de Casemiro, suspenso, Fernandinho foi o escolhido para a função de cão de guarda, mas decepcionou. As duas equipes iniciaram o jogo com forte marcação, até que, aos 12 minutos, um lance de infelicidade fez com que os europeus saíssem na frente.

Em cobrança de escanteio, Fernandinho desviou a bola na primeira trave e Alisson não teve chance de defesa. O time comandado pelo técnico Tite tomou as rédeas da situação e partiu para cima em busca do empate. Durante quinze minutos, só deu Brasil. Eis que após um escanteio brasileiro, a zaga belga tirou a bola e armou um contra-ataque mortal, característica desse time de movimentação e de toques rápidos. A bola caiu nos pés do talentoso De Bruyne, que bateu cruzado e ampliou: 2 a 0. Placar que não se alterou até o intervalo.

No segundo tempo, o Brasil veio consciente do desafio e bravamente atacava sem parar. O setor defensivo se transformou e a Bélgica não conseguia mais espaços. Neymar, Coutinho e Jesus tentavam, mas não conseguiam fazer o que sabem de melhor. A defesa belga aguentava firme a pressão. Tite sacou Coutinho, colocou Firmino. Renato Augusto entrou no lugar de Paulinho. O Brasil persistiu. Aos 30 minutos, um fio de esperança. Coutinho, em passe magistral, achou o camisa 8 dentro da área, que cabeceou no canto de Courtois: 2 a 1. O Brasil até tentou um abafa nos últimos minutos, teve oportunidades, mas o empate não veio. Derrota e eliminação para a Bélgica, que terá um duelo europeu na semifinal.Goleiro belga teve atuação de gala e garantiu a classificação de seu país para a semi da Copa do MundoIsso porque no duelo das onze da manhã, a França derrotou o Uruguai, desfalcado do atacante Cavani. No início do jogo, os franceses investiam, principalmente, na velocidade do jovem Mbappé. Já os uruguaios tinham vontade de sobra, mas faltava qualidade para criar chances claras de gol. As principais oportunidades vinham na bola aérea, o que se manteve por boa parte da etapa inicial.

Aos 40, após cobrança de escanteio, o zagueiro Varane subiu mais alto que todo mundo e mandou para o fundo das redes, abrindo o placar para a França. Na etapa final, com o nervosismo uruguaio diante do resultado, o clima esquentou entre os jogadores. Aos 17, em contra-ataque rápido, Griezmann chutou de fora da área e o goleiro Muslera tomou um verdadeiro frango, carimbando de vez a classificação francesa para a semifinal.

Neste sábado, serão conhecidos os outros dois semifinalistas. Às onze da manhã, pelo horário de Brasília, Suécia e Inglaterra se enfrentam em Samara. No jogo da tarde, às três horas, a Croácia encara os donos da casa, que tentam manter vivo o sonho de mais de 144 milhões de russos.

Com a colaboração de Raphael Costa, reportagem Tácido Rodrigues

Voltar

Rádio Esperança FM – Jaboatão dos Guararapes – PE   / (81) 3481-0007

Tenha também o seu site. É grátis!