Menu

Curta nossa programação...

Falcão García marca 1° gol em Copas, Colômbia vence e elimina Polônia

25 JUN 2018
25 de Junho de 2018

Japão e Senegal empatam; Inglaterra atropela o Panamá

Para dar moral e manter viva a chance de classificação, Colômbia e Polônia entraram em campo, na tarde deste domingo (24), precisando vencer a qualquer custo. Só os três pontos interessavam as duas seleções, que perderam suas partidas de estreia na Copa.

Por isso, as equipes começaram o jogo buscando o gol. No entanto, os colombianos chegavam a área adversaria com mais facilidade, graças a um toque de bola mais refinado, comandado pelo camisa ‘10’ James Rodrigues. E foi dos pés do maestro que surgiu a jogada do primeiro gol. Depois de uma tabelinha na entrada da área, James levantou a bola na cabeça de Mina, que mandou para as redes aos 40 minutos da primeira etapa.

No segundo tempo o panorama não mudou muito, mas a Polônia deixava mais espaços e os colombianos agradeceram. Alguns jogadores só precisam de uma bola para deixar a sua marca, Falcão Garcia é um deles. Aos 23 minutos o camisa ‘9’ saiu na cara do gol e não perdoou, ampliando a vantagem da Colômbia. Esse foi o primeiro gol do atacante em Copas do Mundo.
Seis minutos depois, Cuadrado, um dos melhores em campo, fechou o placar. Colômbia três, Polônia zero. O resultado mantém viva a chance de classificação da Colômbia, que é terceira colocada no grupo H. Já para os poloneses, fim do mundial. Com a segunda derrota, a seleção de Robert Lewandovski deu adeus às chances de seguir na competição.Falcão marcou o segundo gol da vitória da Colômbia diante da PolôniaEquilíbrio e empate seguro. Em Ecaterimburgo, Japão e Senegal fizeram um duelo digno de Copa do Mundo. Quem saiu na frente foram os senegaleses com Mané. Após bate rebate na área, o atacante do Liverpool abriu o marcador aos dez minutos de jogo. Porém, aos 33 minutos da primeira etapa, Inui pegou uma sobra e bateu sem chances para o goleiro de Senegal, um a um.

Os dois times foram para o intervalo com o empate e voltaram para a etapa complementar determinados a vencer. E aos 25 minutos essa vontade colocou a seleção de Senegal na frente de novo, desta vez com Wagué. Mas não deu nem muito tempo de comemorar, pois sete minutos depois, Inui cruzou rasteiro e Honda deixou tudo igual novamente. Final, Senegal dois, Japão dois.

As duas seleções têm quatro pontos, campanhas idênticas, mas a liderança está com Senegal devido ao número menor de cartões recebidos pela equipe africana.

Massacre inglês. No jogo da manhã, o que não faltou foi bola na rede. A Inglaterra encarou o Panamá e não teve pena dos estreantes em Copa do Mundo. Seis a um para os ingleses. Destaque para o atacante Harry Kane, que marcou três vezes e assumiu a artilharia da Copa com cinco gols, deixando para trás Lukaku, da Bélgica e o ‘robozão’ português, Cristiano Ronaldo. O zagueiro Stones também guardou dois e Lingard fechou a conta.

Apesar do atropelo, houve um momento histórico para os panamenhos. O gol de Baloy que descontou para os latinos, foi o primeiro da história da equipe em Copas do Mundo. Com a goleada os ingleses assumiram a liderança do grupo G.

E quem acha que a segunda-feira (25) vai ser de preguiça, está muito enganado. Quatro partidas botam fogo no início de semana. Pela terceira e última rodada do grupo A, Uruguai e Rússia duelam pela liderança do grupo, enquanto Egito e Marrocos fazem o encontro dos já eliminados. As duas partidas serão às onze da manhã, horário de Brasília. Às três da tarde, definições no grupo B. Liderados por Cristiano Ronaldo, os portugueses encaram o Irã, que tem apenas um ponto a menos que os lusos e ainda tem chance de classificação. Já a Espanha tem confronto com o Marrocos, lanterna do grupo, e precisa vencer para seguir no mundial.

Reportagem, Raphael Costa

Voltar

Rádio Esperança FM – Jaboatão dos Guararapes – PE   / (81) 3481-0007

Tenha você também a sua rádio